Final da Taça do Mundo de DHI Lousã – Ronda 1

Aconteceu hoje a terceira etapa da Taça do Mundo de DHI na Lousã que recebeu pela primeira vez uma prova de nível mundial. Os melhores atletas do mundo marcaram presença, aqui, em Portugal. Estiveram em prova os portugueses Margarida Bandeira, Emanuel Pombo, Nuno Reis e Gonçalo Bandeira.

O traçado considerado bastante técnico e físico da Lousã, apresenta ao longo do percurso várias secções com várias escolhas possíveis. Serão aqui disputadas duas rondas, as últimas da Taça do Mundo de DHI. O vencedor levantará a Taça no domingo o dia da última final!

Na categoria de elites, o vencedor foi a lenda Greg Minnaar, o atleta sul-africano de 38 anos de idade voltou a mostrar como se faz!

Minnar desceu o traçado com o incrível tempo de 3:55.239, menos 1,8 segundos que Matt Walker. Loic Bruni fechou o pódio a 1,9 segundos do primeiro.

O atleta português Emanuel Pombo da equipa Miranda Factory Team terminou no 49º lugar a 15,5 segundos do primeiro!
Francisco Pardal, ainda a recuperar de uma lesão na clavícula, não esteve presente em prova.

Na classe elite femininas quem levou a melhor foi Myriam Nicole, a atleta francesa que haveria vencido nesta pista em 2019 na Taça de Portugal.

Myriam desceu o traçado em 4:26.325, 4,3 segundos mais rápida que Marine Cabirou e em terceiro Tahnee Seagrave a 5,0 segundos.
A atleta portuguesa Margarida Bandeira, atual campeã Nacional terminou no 10º lugar.

Nas camadas jovens, Ethan Craik foi o vencedor! Gonçalo Bandeira qualificou-se em primeiro lugar, na final desceu com o melhor tempo nos primeiros 3 splits!

O atleta Ethan Craik terminou a prova com o tempo de 4:07.602, em segundo lugar Pau Menoyo Busquets a 2,7 segundos, em terceiro Chris Grice a 3,5 segundos.
O português Nuno Reis da Miranda Factory Team terminou em quinto lugar a 4,1 segundos.
Gonçalo Bandeira descia em primeiro, mas voltou a ter azar, um furo no pneu não o deixou fazer melhor que um 20º lugar.

Fotos: Pinkbike e Miranda Factory Team