O Solo, Perspetivas e Observações com Futuro

O Solo, Perspetivas e Observações com Futuro

O Solo, Perspetivas e Observações com Futuro. Algumas dicas e bases mais importantes para superar esta crise e transitar para um futuro viável. Vamos prestar atenção à verdadeira importância do solo!

Consegues sentir a diferença entre as duas imagens? Com qual te sentes melhor ao observar?

Imagem da esquerda:
– Terreno lavrado e pronto para ser semeado num tipo de monocultivo de milho. Com sementes híbridas, sem viabilidade genética futura e dependente de adubos químicos.
Nesta prática são utilizadas imensas máquinas consumistas de energias fósseis.
Não oferece nenhum alimento ao ser Humano.
Contamina águas, destrói solos e causa distúrbios gigantes à biodiversidade da fauna e flora.
Transmite-nos uma sensação de solidão, depressão…

Imagem da direita: (Um Bosque de Alimentos criado por Micael Silva)
Num terreno inicialmente com as mesmas condições da imagem da esquerda, mas com dois anos de intervenção, foram comprovados alguns pontos importantes.

A Cobertura de Solo

Com a cobertura de solo ao longo de dois anos conseguimos reparar nalgumas zonas no terreno que já ganharam cerca de 0,5cm de substrato, traduzindo-se em solo fértil.

Com esta cobertura conseguimos uma criação de um banco de sementes vivo. Banco esse que dá ótimas condições para a propagação e aumento do número de indivíduos de cada espécie.
Como exemplo, surgem espontaneamente favas, alhos, alfaces, cenouras, acelgas, tomateiros, abóboras, calêndulas, borragens, amor perfeitos e outras tantas, cada dia mais e mais!

Respeitar ciclos e potenciar a Espiral.

Em todas as culturas e semeaduras realizadas deixamos fechar o ciclo de vida, sempre, pelo menos em 4 indivíduos de cada espécie.

Esta forma permite-nos colher sementes de qualidade. Sementes estas que se tornam mais viáveis e adaptadas a viver sem vícios de adubos químicos. Sementes essas que são partilhadas para chegar ao maior número de lugares.

A Dispersão do ser Humano.

O ser humano como parte integrante do ecossistema tem a capacidade impressionante de ser dispersor. Nós conseguimos potenciar de forma incrível a abundância que a natureza tem para nos oferecer.

Micael Silva

Após muita utopia e incertezas, concluí que deixou de ser uma utopia e passou a ser uma realidade no meu universo físico, emocional e social.

Sentimentos como felicidade, cooperativismo, partilha, autenticidade e amor. São reais e a Natureza ensinou-nos isso!

A caminhada ainda é longa mas cada vez somos mais a caminhar com esta visão.
Cabe nos a nós, seres humanos sermos artesãos do futuro. A solução está na Agro-floresta!

Vamos agir como uma Floresta, esta é a energia principal do solo que permite a vida plena das plantas e do ser humano.

O Solo, Perspetivas e Observações com Futuro

Temos de parar com os adubos químicos, agro-tóxicos e técnicas industriais apenas rentáveis a curto prazo. Só estamos a destruir ao fazê-lo.

Agro-floresta é criar, potenciar e ganhar energia!

Escritor: Micael Silva
Projeto: “De Raiz”